• 探索记忆之谜 科学家成功向海兔移植记忆 2019-09-16
  • 应该透过现象看本质,看到产生腐败的根源,产生腐败的根源在于社会财富被个人占为私有的私有制,只要存在私有制,就有私有特权,掌握公权力的人一旦把公权力当作... 2019-09-16
  • 湖南高校:将十九大精神融入基础课教学建设 2019-09-14
  • 你夏天要涂的33款美甲图在这! 2019-09-14
  • 中国电视剧“抱团出海” 又有哪些新作品走出国门 2019-09-14
  • 股市跌得再狠,照样削尖脑袋想去圈钱 2019-09-02
  • 万科的养老业务探索——养老不是地产,本质核心是服务 2019-08-27
  • 我想跑得更久更远(我运动我快乐) 2019-08-27
  • 杭州拱墅区:打造“4+X”巡逻防控体系 2019-08-20
  • 工信部:鼓励婴幼儿配方乳企质量安全追溯体系建设 2019-08-17
  • 这个周末恒大金碧天下邀您一起看童年的马戏节 2019-08-13
  • 短评:不忘初心 方能牢记使命 2019-08-13
  • 2018年度海军招飞定选录取6月14日全面启动 2019-08-08
  • 小龙虾走俏催生新职业“品虾师” 2019-08-08
  • 尊重和保障宗教信仰自由的中国实践 2019-08-03
  • 体彩排列三012路走势图:排列三和值012路走势 www.ftxw.net

    Sobre Portugal

    112 - Número Europeu de Emergência
    112 - Número Europeu de Emergência

    排列三和值012路走势 www.ftxw.net O 112 é o número de telefone de emergência único europeu, disponível em toda a Uni?o Europeia, a título gratuito.

    Em qualquer caso de emergência, o 112 pode ser ligado através dos telefones das redes fixa e móvel. A chamada é gratuita e é atendida de imediato pelos centros de emergência que acionam os sistemas médico, policial e de incêndio, consoante a situa??o verificada.


    Acessibilidade em Portugal
    Acessibilidade em Portugal

    Ao planear a sua viagem, poderá encontrar aqui informa??es e conselhos sobre o acesso, a assistência e transportes acessíveis na sua viagem e estadia em Portugal. Antes de viajar, sugerimos que obtenha previamente informa??o pormenorizada relativamente aos servi?os que irá utilizar.

    ALOJAMENTO
    Em Portugal, a oferta hoteleira disponibiliza quartos adaptados a pessoas com necessidades especiais, existindo igualmente unidades hoteleiras que apostam na disponibiliza??o de servi?os e alojamentos totalmente adaptados. No entanto, será aconselhável um contacto direto com o estabelecimento hoteleiro para informa??es sobre o tipo de equipamento disponível. No 排列三和值012路走势 www.ftxw.net, as unidades hoteleiras que s?o acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida possuem a indica??o de “Acesso para deficientes” nas suas Características e Servi?os.

    MEIOS DE TRANSPORTE
    Transportes públicos
    Os transportes públicos têm, por norma, lugares reservados para pessoas com necessidades especiais, embora nem todos sejam acessíveis para utilizadores de cadeiras de rodas.

    Em Lisboa, a Carris disponibiliza o Servi?o Mobilidade Reduzida nas carreiras do Servi?o Público Regular. A maior parte dos autocarros disp?e de piso rebaixado entre as portas de entrada e saída, cerca de metade está equipada com condi??es de acessibilidade total para Passageiros de Mobilidade Reduzida, tem espa?o para cadeira de rodas, espaldares e rampa de acesso. Mais informa??es em www.carris.pt.

    No Porto, a STCP disp?e de uma frota de autocarros urbanos acessíveis e disponibiliza autocarros equipados com rampa e lugar reservado para cadeiras de rodas. Todos têm piso rebaixado e permitem que um carrinho de bebé possa viajar aberto. Mais informa??es em www.stcp.pt 

    Metro de Lisboa e Porto
    O Metro de Lisboa possui esta??es com acessibilidade plena a clientes de mobilidade reduzida. Os invisuais podem viajar acompanhados dos seus c?es, desde que estes usem coleira e a?aime. 
    Contactos: Tel. + 351 213 500 115 / [email protected] / www.metrolisboa.pt

    O Metro do Porto é totalmente acessível a pessoas com mobilidade reduzida.
    Contactos: Tel. +351 225 081 000 / [email protected]www.metrodoporto.pt 

    Aeroportos
    Todos os aeroportos portugueses têm instala??es sanitárias adaptadas e transfers para pessoas com necessidades especiais. Sempre que requisitado, poderá ainda ser disponibilizado o MyWay, servi?o personalizado de assistência a passageiros com mobilidade reduzida que viajem num estado membro da UE. Inclui meios mecanicos facilitadores da mobilidade, escadas e tapetes rolantes, elevadores, sinaliza??o e orienta??o adequadas, bem como profissionais capacitados para o efeito, que asseguram total assistência. 
    Mais informa??es em www.ana.pt 

    Barcos
    A Transtejo e a Soflusa, que asseguram a travessia do Rio Tejo entre Lisboa e a margem sul, disponibilizam algumas embarca??es preparadas com equipamentos para receber pessoas com necessidades especiais. Para mais informa??es, contactar + 351 210 422 411 / 808 20 30 50

    Comboios
    A CP-Comboios de Portugal disponibiliza o SIM - Servi?o Integrado de Mobilidade, centralizado através de uma linha telefónica - (+351) 707 210 746 (707 210 SIM) e encontra-se disponível 24 horas, todos os dias do ano, para informa??es bem como para presta??o do servi?o. Através deste servi?o o Cliente com necessidades especiais poderá obter informa??es sobre a acessibilidade dos comboios e nas esta??es, o servi?o de assistência no embarque, em viagem e no desembarque, entre outros servi?os. 
    Mais informa??es em www.cp.pt 

    A Fertagus, que serve a área Metropolitana de Lisboa, possui carruagens preparadas para a utiliza??o de utentes em cadeiras de rodas. A maioria das esta??es ferroviárias possibilita o acesso às plataformas de embarque através de elevadores e/ou rampas.
    Contacto: tel. +351 707 127 127. 

    Táxis
    Existem táxis adaptados às necessidades de quem possui mobilidade reduzida nas cidades de Lisboa, Faro e Porto, entre outras. Os novos táxis adaptados ao transporte de pessoas com mobilidade reduzida est?o equipados com plataformas de embarque, cintos de seguran?a adaptados, dispositivos para fixa??o de cadeiras de rodas ou uma porta com angulo de abertura superior. Estes táxis est?o presentes nos pontos de táxis dos aeroportos e/ou mediante solicita??o às centrais de táxis. Ver contactos em www.antral.pt.

    CONDU??O
    Se a pessoa com algum tipo de incapacidade motora, sensorial ou intelectual for possuidora de carta de condu??o válida em Portugal, poderá efetuar a condu??o de veículos, desde que cumpridas as restri??es ou adapta??es que se adequem à situa??o.
    S?o reconhecidos em Portugal os cart?es de estacionamento de modelo comunitário para pessoas com algum tipo de incapacidade emitidos por qualquer um dos Estados-membros. Os lugares reservados para o efeito s?o indicados através de sinaliza??o. Situa??es de estacionamento noutros locais s?o permitidas, em caso de absoluta necessidade, desde que por curtos períodos de tempo e sem prejudicar a normal e livre circula??o de pe?es e de veículos.

    PRAIA ACESSíVEL
    194 zonas balneares – marítimas e fluviais – s?o acessíveis a pessoas com mobilidade condicionada. Estas praias est?o identificadas com uma bandeira branca que inclui o respetivo símbolo e possuem estacionamento reservado, acesso pedonal, passadeiras no areal e sanitários adaptados. Algumas praias disponibilizam também equipamentos que facilitam o acesso à água, possibilitando assim os banhos de mar a pessoas com dificuldade em movimentar-se embora seja sempre necessário o auxílio de outra pessoa.

    TUR4ALL
    Para melhor organizar a sua viagem, para além das sugest?es que encontra no tema Turismo Acessível, poderá consultar servi?os com uma oferta especializada em quest?es de acessibilidade em https://www.tur4all.pt/organize-a-sua-viagem.
    A plataforma “Tur4all” foi desenvolvida para promover o Turismo Acessível para Todos, disponibilizando informa??o sobre a acessibilidade nos recursos turísticos em Portugal.

    Para mais informa??es, contactar [email protected].


    Alojamento
    Alojamento

    Hotelaria
    A vasta oferta de estabelecimentos hoteleiros existente em todo o país, proporciona alojamento, com ou sem fornecimento de refei??es e outros servi?os acessórios, tendo a seguinte classifica??o:

    HOTéIS (H) - a oferta de hotéis é diversificada e apresenta um grande número de unidades que, atendendo à localiza??o e à qualidade das instala??es, s?o classificadas de 1 a 5 estrelas;
    HOTéIS-APARTAMENTOS (HA) - classificados de 1 a 5 estrelas, s?o a op??o ideal para quem procura maior independência, sem deixar de usufruir de todos os servi?os de um Hotel;
    POUSADAS - instaladas em edifícios históricos ou em locais de grande beleza natural, est?o classificadas em 4 categorias: Histórica, Histórica Design, Natureza e Charme.

    Aldeamentos Turísticos (A)
    Classificados de3 a 5 estrelas, os aldeamentos turísticos s?o constituídos por unidades interdependentes situadas num espa?o territorial delimitado, onde também se concentram servi?os de apoio ao turista.

    Apartamentos Turísticos (AT)
    Classificados de 3 a 5 estrelas, s?o a op??o ideal para quem prefere uma unidade de alojamento autónomo com acesso a espa?os e servi?os partilhados.

    Conjuntos Turísticos / Resorts (CT)
    Os Resorts s?o uma boa escolha para quem gosta de ter vários servi?os e equipamentos de lazer disponíveis num mesmo espa?o e acesso a diferentes op??es de alojamento, seja um hotel de 4 ou 5 estrelas ou outro tipo de empreendimento turístico.

    Turismo de Habita??o (TH)
    Quem prefere um acolhimento de natureza familiar, pode optar por ficar em solares, casas apala?adas ou residências de reconhecido valor arquitetónico, histórico ou artístico, seja num ambiente rural ou urbano.

    Turismo no Espa?o Rural (TER) 
    Caracterizado por um acolhimento em casas rústicas, com características próprias do meio rural em que se inserem, o Turismo no Espa?o Rural permite um contacto mais direto com as popula??es, os seus usos e costumes e com a própria Natureza. Estas unidades de alojamento podem estar classificadas como:

    CASAS DE CAMPO (CC) - est?o situadas em aldeias e espa?os rurais e mantêm a tra?a, materiais de constru??o e outras características da arquitetura local;
    AGROTURISMO (AG) - s?o unidades integradas numa explora??o rural, onde os turistas podem participar nos trabalhos agrícolas, se assim o desejarem;
    HOTéIS RURAIS (HR) - classificados de 3 a 5 estrelas, est?o inseridos em zonas rurais, respeitando o tra?ado e as características arquitetónicas da regi?o onde se situam.

    Campismo
    Espalhados de norte a sul do país, os Parques de Campismo possibilitam o contacto direto com a Natureza. Podem ser considerados públicos, se permitirem o acesso ao público em geral, ou privativos, no caso de terem o acesso reservado a associados ou beneficiários da entidade exploradora. Estes últimos est?o identificados com a letra "P", devendo ser sempre confirmada a possibilidade de ingresso. De acordo com as infraestruturas e os servi?os disponibilizados, os Parques de Campismo podem obter uma classifica??o de 3 a 5 estrelas, que n?o é obrigatória.

    Turismo de Natureza
    Sempre que um empreendimento turístico estiver situado numa área de natureza protegida ou classificada com valor natural é integrado na prática de Turismo de Natureza, reconhecida pelo Instituto de Conserva??o da Natureza e Florestas. Neste caso, devem disponibilizar equipamentos e servi?os que possibilitem o usufruto e a interpreta??o da natureza.

    Pousadas da Juventude
    As Pousadas da Juventude ficam perto da praia, no campo ou nas principais cidades do país e oferecem alojamento a pre?os convidativos. Destinam-se sobretudo a pessoas com espírito jovem que gostem de conviver e partilhar o espa?o, embora algumas Pousadas da Juventude disponibilizem também quartos duplos ou familiares, mais reservados. Algumas unidades oferecem também servi?o de refei??es.
    A apresenta??o do Cart?o de Alberguista ou do Cart?o Jovem é obrigatória.


    Autocaravanismo
    Autocaravanismo

    Para usufruir em pleno desta modalidade é imprescindível cumprir as regras vigentes em cada local, n?o permanecendo em espa?os ilegais, n?o licenciados ou em estacionamentos informais onde n?o poderá dispor de condi??es de conforto e seguran?a, estando sujeito à atua??o das autoridades.

    Tenha também a maior consciência cívica relativamente à comunidade que o acolhe e à Natureza, respeitando o espa?o dos outros e n?o incomodando com barulho, nem deixando vestígios da sua passagem.   

     

    áreas de servi?o de autocaravanas

    Para o apoiar durante a sua viagem em transito, existem áreas de servi?o para autocaravanas espalhadas por todo o país que est?o dotadas com zona de pernoita (limite 72 horas) e esta??es de servi?o com ponto(s) de abastecimento de água potável e locais para despejo de águas residuais e de sanitas químicas, bem como de resíduos sólidos.  Nestas áreas poderá ainda dispor de energia elétrica para carregamento das baterias das autocaravanas.  

    Para saber onde poderá encontrar áreas de servi?o ou esta??es de servi?o para autocaravanas ao longo do seu itinerário consulte: 
    //www.campingcarportugal.com/areasServico
    //autocaravanismo.pt


    Parques de Campismo e de Caravanismo 

    Para acampamento encontra uma vasta rede de Parques de Campismo e de Caravanismo espalhados por todo o país dotados de infraestruturas e servi?os que o apoiar?o durante a sua estadia. Aqui poderá efectuar a pesquisa por regi?o e localidade.

    Para informa??es específicas sobre a regi?o do Algarve consulte www.caravanalgarve.com


    Comunica??es
    Comunica??es

    Telefones 
    Nas cabinas telefónicas públicas podem-se utilizar moedas ou cart?es específicos que est?o à venda nas lojas MEO, nas Esta??es de Correio e em alguns quiosques e tabacarias (assinalados no local). 
    Todos os números de telefone em Portugal s?o compostos por nove dígitos. Para ligar do estrangeiro para Portugal, é necessário marcar o indicativo internacional 00 e o indicativo de país 351. 
    Para telefonar de Portugal para o estrangeiro, marque 00, o código do país e da cidade, seguido do número pretendido. Os indicativos dos diversos países est?o expostos nas cabinas telefónicas publicas.

    Telemóveis 
    Portugal é um dos países com maior número de utilizadores de telemóveis. 
    As três redes que asseguram este servi?o - MEO, Vodafone e Optimus –  mantêm acordos de roaming com a maioria das companhias internacionais, e providenciam uma boa cobertura a nível nacional.
    O Código de Estrada proíbe a utiliza??o de telemóveis durante a condu??o de veículos, exceto se forem usados dispositivos de alta voz ou o auricular, estando previstas san??es em caso de infra??o.

    Internet
    Mediante pagamento, o acesso à internet é disponibilizado em alguns cafés e em numerosas Esta??es de Correio que possuem o servi?o Netpost . 
    Em diversos Hotéis e espa?os públicos como Aeroportos, Salas de Congressos, Restaurantes, áreas de Servi?o e Centros Comerciais, existem zonas "wireless" ou "wi-fi" devidamente assinaladas, onde é possível aceder à internet sem fios.


    Conduzir
    Conduzir

    Em Portugal o transito processa-se pelo lado direito. Nas pra?as, cruzamentos e entroncamentos, salvo sinaliza??o em contrário, têm prioridade os veículos que se apresentam pela direita. Nos cruzamentos com rotundas, têm prioridade os veículos que já se encontram a circular no interior. 
    Os sinais de transito obedecem às normas internacionais.

    O uso do cinto de seguran?a é sempre obrigatório

    Documentos obrigatórios: 
    - Documento de identifica??o pessoal 
    - Título de condu??o 
    - Certificado de seguro 
    - Título de registo de propriedade do veículo ou documento equivalente 
    - Documento de identifica??o do veículo (livrete) ou documentos equivalentes

    As multas devem ser pagas no local.

    Limites máximos de velocidade para os automóveis ligeiros sem reboque e motociclos: 
      50 km/hora - dentro das localidades 
      90 km/hora - nas vias normais 
    100 km/hora - nas vias reservadas a automóveis 
    120 km/hora - nas autoestradas.

    O Código de Estrada proíbe a utiliza??o de telemóveis durante a condu??o de veículos, exceto se forem usados dispositivos de alta voz ou o auricular.

    Condu??o para pessoas com deficiência
    Em Portugal, as regras de condu??o relativas a pessoas com deficiência referem-se unicamente à sua aptid?o física e mental, podendo resultar em restri??es ou adapta??es que dever?o estar referidas na carta de condu??o.
    Se a pessoa com deficiência for possuidora de carta de condu??o válida em Portugal, poderá efetuar a condu??o de veículos, desde que cumpridas as restri??es ou adapta??es que se adeqúem à situa??o.
    S?o reconhecidos em Portugal os cart?es de estacionamento de modelo comunitário para pessoas com deficiência, emitidos por qualquer um dos Estados-membros. Os lugares reservados para o efeito s?o indicados através de sinaliza??o. Situa??es de estacionamento noutros locais s?o permitidas, em caso de absoluta necessidade, desde que por curtos períodos de tempo e sem prejudicar a normal e livre circula??o de pe?es e de veículos.

    Alcoolemia, Níveis máximos de alcoolemia
    Em Portugal n?o é permitido conduzir com uma taxa de alcoolemia igual ou superior a 0,5 gramas por litro. Quem ultrapassar a taxa máxima definida por lei, estará sujeito a coimas, que variam em fun??o do valor da taxa apurada. 
    - Uma taxa de alcoolemia entre 0,5 g/l e 0,8 g/l é considerada uma contraordena??o grave, que poderá ser punida com a proibi??o de conduzir por um período de 1 mês a 1 ano, e o pagamento de uma multa de valor entre 250 a 1.250 euros. 
    - Uma taxa de alcoolemia entre 0,8 g/l e 1,2 g/l é considerada uma contraordena??o muito grave, e implica proibi??o de conduzir entre 2 meses e 2 anos, e multa de 500 a 2.500 euros. 
    - Uma taxa igual ou superior a 1,2 g/l é considerada crime, punível com pena de pris?o até 1 ano ou multa até 120 dias, para além da inibi??o de conduzir por um período de 3 meses a 3 anos.

    Aluguer de automóveis
    Nos aeroportos, nas esta??es terminais de transportes internacionais de caminhos de ferro, e nas principais localidades, existem servi?os de aluguer de automóveis sem condutor.
    Para os condutores com dificuldades de locomo??o, ou que o preferirem, é possível o aluguer de veículos com caixa automática ou adaptados. 
    Para o aluguer de viaturas é necessário:
    - ter no mínimo entre 21 e 25 anos, consoante as condi??es de aluguer de cada empresa; 
    - apresentar uma identifica??o (bilhete de identidade para os cidad?os da U.E. ou passaporte válido para as outras nacionalidades); 
    - carta de condu??o válida há mais de um ano.


    Custo de Vida
    Custo de Vida

    Antes de viajar, consulte os pre?os médios indicativos de alguns produtos e servi?os e tenha uma ideia do custo de vida em Portugal.

    Comida e bebida
    Os pre?os s?o variáveis e dependem do tipo de estabelecimento escolhido e de estar ou n?o implícito um servi?o de mesa ou esplanada, pelo que os valores apresentados s?o meramente indicativos. 
    O café expresso, t?o apreciado pelos portugueses e popularmente designado por “bica”, custa cerca de 60 a 70 cêntimos ao balc?o num café tradicional. Um gal?o (copo de café com leite) pode custar entre 1,00 e 1,50 euros e um chá cerca de 1 a 1,60 euros. Um sumo de laranja natural custa cerca de 2,50 euros e uma cerveja ou uma cola entre 1,00 a 1,50 euros.
    Uma sanduíche de queijo ou fiambre custa entre 1,50 a 2,50 euros e uma torrada ou um bolo n?o custar?o mais de dois euros.  
    Se fizer uma refei??o completa poderá gastar cerca de 8 a 11 euros por pessoa num snack-bar, entre 13 a 20 euros se optar por um restaurante de 2a classe e cerca de 30 a 50 euros num restaurante de 1a classe ou numa casa de fados.

    Cultura
    O bilhete de entrada num Museu, Monumento nacional ou numa exposi??o pode custar entre dois e dez euros.
    Um bilhete de cinema custa cerca de 6,50 euros. No teatro, os bilhetes podem variar entre 10 e 30 euros e para Concertos, espetáculos de ópera ou de Ballet os custos podem oscilar entre 10 e 75 euros. 
    Para assistir a corridas de touros, cuja temporada decorre entre o Domingo de Páscoa e o dia de Todos os Santos, os bilhetes podem variar entre os 15 e os 75 euros, dependendo da pra?a de touros e dos participantes.

    Transportes

    Comboios
    A viagem entre Lisboa e Porto no comboio Alfa Pendular (o mais rápido e confortável) pode custar de 31,20 a 43,60 euros (dependendo do tipo de carruagem escolhida) e no comboio Intercidades varia entre 25,00 e 37,00 euros.
    De Lisboa para Faro o bilhete pode custar entre 22,90 e 30,70 euros no comboio Alfa Pendular e entre 21,90 e 28,70 euros no comboio Intercidades.
    Para visitar as atra??es nos arredores da capital os bilhetes entre Cais do Sodré e Belém e de Alcantara ao Oriente custam 1,35 euros, Rossio e Queluz-Belas custam 1,65 Euros, e de Lisboa para Sintra ou para Cascais 2,25 Euros.
    www.cp.pt 

    Autocarros expresso
    Existem liga??es regulares entre as principais cidades portuguesas. A viagem entre Lisboa e Porto poderá custar cerca de 20 euros, de Lisboa para Faro 20 euros, de Faro para o Porto 31 euros e de Lisboa para Coimbra 14,50 euros.
    www.rede-expressos.pt 

    Táxis  
    No servi?o urbano, a bandeirada (pre?o inicial) durante o dia custa 3,25 euros e no período noturno, fim de semana e feriados é de 3,90 euros. Estes valores s?o acrescidos de fra??es de percurso e tempo. 
    A chamada através de Rádio Táxi representa um custo adicional de 0,80 euros e o transporte de bagagem que implique a utiliza??o de tejadilho ou porta-bagagens um suplemento de 1,60 euros.
    No transporte fora das cidades o servi?o é pago ao quilómetro, sendo também contabilizados os custos de retorno do veículo, quer o passageiro fa?a a viagem de regresso ou n?o. Normalmente o pre?o é informado logo no início da viagem.

    Transportes urbanos

    Lisboa  
    O "Lisboa card" permite a utiliza??o dos transportes públicos da cidade e comboios que ligam Lisboa a Sintra e a Cascais e oferece ainda entradas gratuitas e descontos em Monumentos, Museus ou circuitos turísticos. Os pre?os s?o 19,00 euros para 24 horas, 32,00 euros para 48 horas e 40,00 euros para 72 horas. Os pre?os para crian?as entre os 5 e os 11 anos s?o de 12,00 euros para 24 horas, 18,00 euros para 48 horas e de 21,00 euros para 72 horas.
    www.visitlisboa.com 
    Carris - A tarifa de bordo nos autocarros é de 2,00 euros e nos elétricos de 3,00 euros. 
    www.carris.pt 
    O bilhete de Metro simples custa 1,50 euros. (www.metrolisboa.pt)
    Os Cart?es "7 Colinas" e "Viva Viagem" que se vendem nos quiosques da Carris e do Metro por 0,50 euros poder?o ser carregados com bilhetes simples, ou com bilhetes combinados para as redes da Carris e Metro que custam 6,40 euros para um dia.

    Porto
    O "Porto Card" permite a utiliza??o ilimitada dos transportes da cidade e oferece entradas gratuitas ou descontos nos bilhetes de diversos monumentos e museus, bem como em salas de espetáculos, cruzeiros no Rio Douro, circuitos turísticos, restaurantes e lojas tradicionais. O cart?o está disponível em duas modalidades, sendo uma apenas pedonal e outra que inclui transportes. Para o cart?o pedonal os pre?os variam entre os 6,00 euros para um dia, 10 euros para 2 dias, 13 euros para 3 dias e 15 euros para 4 dias, e na modalidade que inclui transportes o cart?o para um dia custa 13 euros, 20 euros para dois dias, 24,99 euros para três dias e 33 euros para 4 dias. 
    //short.visitporto.travel/portocard  
    A tarifa de bordo nos autocarros é de 2,00 euros e o bilhete simples de Metro custa 1,60 euros. Os bilhetes combinados para autocarro, metro e comboio dentro da área urbana do Porto (Andante) custam 7 euros para um dia e 15 euros para 3 dias. 
    www.stcp.pt 
    www.metrodoporto.pt 

    Combustíveis 
    Os pre?os s?o livres e variam de acordo com o custo do barril do petróleo nos mercados internacionais. Neste momento (2019/02/27) a gasolina custa cerca de 1,60 euros/litro, o gasóleo 1,40 euros/litro e o GPL 0,65 euros/litro.
    www.precoscombustiveis.dgeg.pt 


    Dinheiro
    Dinheiro

    Moeda
    Portugal faz parte do grupo de 19 países da Uni?o Europeia, em que o Euro é a moeda oficial e comum a todos. 
    1 Euro divide-se em 100 Cêntimos. Para as novas moedas definiram-se oito valores faciais: 1, 2, 5, 10, 20 e 50 Cêntimos e 1 e 2 Euros. As notas distinguem-se pela sua dimens?o e cor e têm os seguintes valores: 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 Euros. 
    As moedas têm numa das faces desenhos comuns (face europeia) enquanto a outra face tem um símbolo nacional, sendo que todas as moedas de Euro podem ser utilizadas em todos os países aderentes, independentemente da sua face nacional.

    Cambios
    O cambio da moeda é efetuado nos bancos, que est?o abertos ao público das 08h30m às 15h00m, durante os 5 dias úteis da semana, nas casas de cambio e máquinas automáticas (disponíveis apenas para opera??es de venda de divisas).

    Multibanco
    Existe uma rede nacional de Caixas automáticas, identificada por MB (Multibanco), que permite o levantamento de numerário, 24 horas por dia.

    Cart?es de crédito
    Em Portugal, os cart?es de crédito mais utilizados s?o: Visa; American Express; Diners Club; Europay/Mastercard; JCB; Maestro. 
    No caso de extravio ou roubo do seu cart?o Visa ou Mastercard, poderá pedir ajuda através dos seguintes telefones: 
    - Visa: Tel. 800 811 107 
    - Mastercard: Tel. 800 811 272

    Gorjetas
    O servi?o está incluído na conta dos Restaurantes, no entanto é habitual deixar uma gorjeta de cerca de 5 a 10 % sobre o pre?o total da refei??o.
    Nos táxis é também habitual dar uma gorjeta de 5-10%, que normalmente se traduz no arredondamento do valor a pagar.


    Eletricidade
    Eletricidade

    A corrente elétrica em Portugal é de 230/400 volts, na frequência de 50 hertz, e as tomadas de corrente seguem as normas europeias.
    A utiliza??o de fichas de lamina (padr?o americano) deve ser conjugada com um transformador para 230 volts e, ainda, uma ficha adaptadora.


    Equivalência de pesos e medidas
    Equivalência de pesos e medidas

    1 cm = 0,39 polegadas
    1 metro = 3,28 pés / 1.09 jardas
    1 km = 0,62 milhas
    1 litro = 0,26 gal?es (USA) / 0,22 gal?es (UK)
    1 polegada = 2,54 cm
    1 pé = 0,39 metros
    1 jarda = 0,91 metros
    1 milha = 1,60 km
    1 gal?o (USA) = 3,78 litros
    1 gal?o (UK) = 4,54 litros


    Feriados e Férias Escolares
    Feriados e Férias Escolares

    Feriados Nacionais:
    Dia de Ano Novo - 1 de janeiro 
    Dia da Liberdade - 25 de abril 
    Dia do Trabalhador - 1 de maio 
    Dia de Portugal - 10 de junho 
    Assun??o de Nossa Senhora - 15 de agosto 
    Implanta??o da República - 5 de outubro
    Dia de Todos os Santos - 1 de novembro
    Restaura??o da Independência - 1 de dezembro
    Imaculada Concei??o - 8 de dezembro 
    Natal - 25 de dezembro 

    Feriados Nacionais em data móvel
    Sexta-feira Santa
    Corpo de Deus 

    Férias Escolares
    No ano letivo de 2019/20 as férias escolares ter?o lugar nos seguintes períodos: 
    - Férias de Natal - de 18 de dezembro de 2019 a 5 de janeiro de 2020
    - Férias de Carnaval - de 24 a 26 de fevereiro de 2020
    - Férias da Páscoa - de 28 de mar?o a 13 de abril de 2020
    - Férias de ver?o - do final de junho a meados de setembro


    Franquias Aduaneiras
    Franquias Aduaneiras

    PAíSES DA UNI?O EUROPEIA
    Os viajantes provenientes de países pertencentes à Uni?o Europeia, poder?o transportar consigo na sua bagagem, mercadorias para uso pessoal que n?o devem exceder os seguintes limites:

    Produtos de tabaco:
    - 800 cigarros
    - 400 cigarrilhas (charutos com um peso máximo de 3 g/unidade)
    - 200 charutos
    - 1 kg de tabaco de fumar

    Bebidas alcoólicas:
    - 10 litros de bebidas destiladas e bebidas espirituosas com teor alcoólico superior a 22% vol.
    - 20 litros de bebidas destiladas e bebidas espirituosas, aperitivos que tenham por base vinho ou álcool, tafia, saké ou bebidas similares com um teor alcoólico igual ou inferior a 22% vol.
    - 90 litros de vinhos (dos quais, no máximo, 60 litros de espumante)
    - 110 litros de cerveja

    Transporte e circula??o de dinheiro

    Os viajantes que entrem no território da Uni?o Europeia ou dele saiam transportando consigo uma quantia igual ou superior a 10.000 euros, devem declará-la junto das Autoridades aduaneiras, cumprindo assim o que está estipulado no Regulamento (CE) no 1889/2005, em vigor desde 15 de junho de 2007. Esta imposi??o tem como objetivo apoiar os esfor?os da UE para travar a criminalidade e refor?ar a seguran?a, combatendo o branqueamento de dinheiro, o terrorismo e outras práticas criminosas.

    PAíSES TERCEIROS

    Os viajantes provenientes de países n?o pertencentes à Uni?o Europeia só poder?o beneficiar de isen??o do IVA e dos impostos especiais que recaiam sobre as mercadorias transportadas nas suas bagagens, desde que estas se destinem a uso pessoal e n?o excedam os seguintes limites:

    Produtos de tabaco (1):
    Cigarros - 200 unidades
    ou
    Cigarrilhas (charutos com o peso máximo de 3 gr/unidade) - 100 unidades
    ou
    Charutos - 50 unidades
    ou
    Tabacos de fumar - 250 gramas

    Bebidas alcoólicas (2):
    bebidas destiladas e bebidas espirituosas com teor alcoólico superior a 22% vol. - no total 1 litro
    ou
    bebidas destiladas e bebidas espirituosas, aperitivos que tenham por base vinho ou álcool, tafia, saké ou bebidas similares com um teor alcoólico igual ou inferior a 22% vol.; vinhos espumantes e espumosos, vinhos licorosos - no total 2 litros
    e
    vinhos tranquilos - no total 2 litros.

    Perfumes:
    50 gramas de perfume
    e
    250 ml de águas de colónia.

    Café (1):
    500 gramas
    ou
    Extractos e essências de café - 200 gramas

    Chá:
    100 gramas
    ou
    Extractos e essências de chá - 40 gramas

    Outras mercadorias:
    Os viajantes beneficiam de isen??o desde que o valor das mercadorias n?o exceda 175 euros, montante esse que será reduzido para 90 euros para os menores de 15 anos.
    (1)  Os viajantes de idade inferior a 15 anos n?o beneficiam de qualquer franquia relativamente a estes produtos.
    (2)  Os viajantes de idade inferior a 17 anos n?o beneficiam de qualquer franquia relativamente a estes produtos.

    Transporte e circula??o de dinheiro
    Os viajantes que entrem no território da Uni?o Europeia ou dele saiam transportando consigo uma quantia igual ou superior a 10.000 euros, devem declará-la junto das Autoridades aduaneiras, cumprindo assim o que está estipulado no Regulamento (CE) no 1889/2005, em vigor desde 15 de junho de 2007. Esta imposi??o tem como objetivo apoiar os esfor?os da UE para travar a criminalidade e refor?ar a seguran?a, combatendo o branqueamento de dinheiro, o terrorismo e outras práticas criminosas.


    Fumar em locais públicos
    Fumar em locais públicos

    Desde 1 de janeiro de 2008 é proibido fumar em recintos públicos fechados em Portugal. 

    Esta proibi??o abrange todos os edifícios da administra??o pública, locais de trabalho, transportes públicos, estabelecimentos onde sejam prestados cuidados de saúde, laboratórios e farmácias, estabelecimentos de ensino, zonas fechadas das instala??es desportivas, museus, estabelecimentos de venda de alimentos e bebidas, parques de estacionamento cobertos, salas de espetáculos, bibliotecas, estabelecimentos hoteleiros, áreas de servi?o e postos de abastecimento de combustíveis.

    Os restaurantes, bares e discotecas com uma área superior a 100 m2 devem identificar áreas reservadas para fumadores, com ventila??o adequada e cuja dimens?o n?o deverá ser superior a 30% da área total. 

    Os proprietários de restaurantes, bares e discotecas com uma área inferior a 100 m2 podem optar por serem um espa?o para fumadores ou para n?o fumadores, e devem expor claramente essa informa??o de modo a ser vista do exterior do edifício. Estes espa?os dever?o ser bem ventilados.

    San??es por infra??o:
    - De €50 a €750 euros para os fumadores que n?o respeitem as interdi??es.
    - De €50 a €1.000 para os proprietários dos estabelecimentos privados; 
    - De €2.500 a €10.000, de €10.000 a €30.000 ou de €30.000 a €250.000 consoante a infra??o para pessoas coletivas, sociedades ou associa??es, órg?os diretivos ou dirigentes máximos dos organismos, estabelecimentos ou servi?os da administra??o pública que violem o disposto.


    Hora legal
    Hora legal

    No período em que vigora a hora de inverno, ou seja entre a 1 hora do último domingo de outubro e a 1 hora do último domingo de mar?o, a hora legal em Portugal continental e Madeira coincide com o Tempo Universal Coordenado.

    No resto do ano, entre a 1 hora do último domingo de mar?o e a 1 hora do último domingo de outubro seguinte, vigora a hora de ver?o, e a hora legal em Portugal continental e Madeira coincide com o Tempo Universal Coordenado, aumentado de sessenta minutos.

    No arquipélago dos A?ores, a hora legal diminui sessenta minutos em rela??o ao restante território de Portugal, sendo assim menos uma hora que o tempo universal coordenado durante o período em que vigora a hora de inverno e menos duas horas durante o horário de ver?o.


    Passaportes e Vistos
    Passaportes e Vistos

    Os cidad?os da Uni?o Europeia, Andorra, Islandia, Liechtenstein, Noruega e Suí?a necessitam apenas do bilhete de identidade para entrar em Portugal.


    Se forem menores de idade, além do bilhete de identidade, dever?o apresentar também uma autoriza??o dos pais para viajar.

    Para estadas com uma dura??o que n?o ultrapasse os 90 dias, o passaporte válido por um período superior a três meses após o final da estada, é necessário aos visitantes provenientes de Albania, Antigua e Barbuda, Argentina, Austrália, Bahamas, Barbados, Bósnia-Herzegovina, Brasil, Brunei, Canadá, Chile, Col?mbia, Coreia do Sul, Costa Rica, Dominicana (República), El Salvador, Estados Unidos da América, Georgia, Granada, Guatemala, Honduras, Ilhas Marshall, Ilhas Salom?o, Israel, Jap?o, Macedónia (Antiga República Jugoslava da), Malásia, Maurícias, México, Micronésia, Moldávia (República da), Mónaco, Montenegro, Nicarágua, Nova Zelandia, Palau, Panamá, Paraguai, Peru, Quiribati, Samoa, Santa Lúcia, Santa Sé, S?o Cristov?o e Nevis, S?o Marino, S?o Vicente e Granadinas, Sérvia, Seychelles, Singapura, Timor Leste, Tonga, Trinidad e Tobago, Tuvalu, Ucrania, Uruguai, Vanuatu, Venezuela, Regi?es Administrativas especiais da República Popular da China em Hong Kong e Macau e Autoridade territorial de Taiwan.

    Os cidad?os provenientes de Estados n?o mencionados anteriormente, necessitam de visto para entrar em Portugal, que poderá ser solicitado ao Consulado ou Embaixada de Portugal no respetivo país, para estadas até um limite de 90 dias.

    Nos termos da Conven??o de Aplica??o dos Acordos de Schengen, os passageiros com origem ou destino num outro estado Schengen, entendido como voo interno, n?o necessitam de novo visto.

    Mais informa??es em: 

    Pedidos de Vistos
    - //www.secomunidades.pt/vistos/index.php?option=com_content&view=article&id=171&Itemid=14&lang=pt
    Consulados Portugueses no estrangeiro
    - //www.secomunidades.pt/web/guest/PostosConsulares
    Servi?o de Estrangeiros e Fronteiras 
    - www.sef.pt


    Portagens
    Portagens

    Portugal possui uma boa rede viária composta de Autoestradas (AE), Itinerários Principais (IP), Itinerários Complementares (IC), Estradas nacionais (EN) e Estradas Municipais.

    A circula??o nas autoestradas está sujeita ao pagamento de portagens, que em Portugal podem ser de dois tipos diferentes - as tradicionais com cabines e as que s?o exclusivamente eletrónicas.

    Nas portagens com cabines o pagamento é feito em numerário ou por cart?o bancário, existindo uma forma alternativa de pagamento, a Via Verde, um sistema de teleportagem em que a cobran?a é efetuada por débito bancário, e que se destina apenas aos possuidores de um identificador de via verde, previamente adquirido nos respetivos pontos de venda (www.viaverde.pt).

    Este sistema também está disponível para os veículos de matrícula estrangeira, mas apenas através do Via Verde Visitors, um dispositivo temporário que mediante o respetivo aluguer permite a circula??o e o pagamento em todas as infraestruturas rodoviárias que disponham de sistema de cobran?a de portagens (incluindo as vias de portagens eletrónicas e as pontes). Informa??o disponível e ades?o em: https://servicos.viaverde.pt/Visitors/

     

    As vias com portagens eletrónicas est?o devidamente identificadas. Nestas vias n?o existem cabines de portagem vigorando um sistema de cobran?a que é exclusivamente eletrónico e em que a passagem dos veículos é detetada através dos pórticos existentes ao longo da via.

    Para efetuar o respetivo pagamento, os veículos com matrícula estrangeira poder?o utilizar os meios de pagamento identificados em www.portugaltolls.com (easytoll, tollcard, tollservice e dispositivo Via Verde) que se destinam apenas e especificamente às vias de portagens eletrónicas, ou o Via verde Visitors (que também é válido nas outras portagens e em pontes).

    Quanto aos veículos de matrícula portuguesa e no caso dos veículos em regime de aluguer sem condutor, algumas empresas, para comodidade dos clientes, instalaram nas suas viaturas dispositivos eletrónicos para pagamento de portagens, repercutindo os custos nos valores a cobrar. Se os veículos n?o tiverem dispositivo instalado s?o normalmente os clientes a efetuar o pós-pagamento nas Esta??es de Correio (CTT) ou das lojas pertencentes à Rede Payshop a partir do 2o dia após a passagem na portagem e durante um período de 5 dias úteis. Depois de terminado o prazo de pagamento, o condutor incorrerá numa situa??o de infra??o sujeita a coimas.


    Reembolso do IVA (Tax-free)
    Reembolso do IVA (Tax-free)

    Os visitantes residentes em países que n?o perten?am à Uni?o Europeia, podem obter o reembolso do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) sobre as compras efetuadas e transportadas na sua bagagem pessoal. Apenas os particulares podem ter acesso a este reembolso.

    Para obter o reembolso, o valor mínimo da compra deverá ser de 49,88 (valor líquido sem IVA), e em fun??o da taxa de IVA aplicada o valor mínimo final da fatura deverá ser o seguinte:
    - € 61,35 – Taxa IVA 23% (bens em geral)
    - € 57,86 – Taxa IVA 16% (Madeira e A?ores)
    - € 56,36 – Taxa IVA 13% (Vinhos)
    - € 52,87 – Taxa IVA 6% (livros, lentes…) 

    Quando efetua as suas compras deve pedir uma declara??o na loja, na qual é descriminado o valor pago, os bens adquiridos e o montante que poderá ser reembolsado. O reembolso pode ser obtido em dinheiro nos principais Aeroportos europeus ou centros das principais cidades europeias, ou via cart?o de crédito ou cheque internacional, desde que as mercadorias sejam mostradas previamente na alfandega.

    Poderá obter mais informa??es em:
    - Portal das Finan?as - www.portaldasfinancas.gov.pt  -  E-mail
    - Premier Tax Free - www.premiertaxfree.com - [email protected]
    - Global Blue - www.globalblue.com - [email protected]
    - Innova Taxfree Portugal - www.innovataxfree.com - [email protected]

    Refei??es
    Refei??es

    Em regra geral, os Portugueses fazem três refei??es por dia. De manh?, entre as 7h30 e as 10h, um pequeno-almo?o leve, normalmente constituído por uma bebida ( café com leite, café simples ou sumo) e uma torrada ou sanduíche, é muitas vezes consumido no café ou pastelaria de bairro.

    As principais refei??es s?o o almo?o, entre as 12h e as 14h30, que durante a semana e para muitos tem lugar em restaurantes próximos do local de trabalho, e o jantar entre as 19h30 e as 22h30.

    Para grande parte das pessoas s?o refei??es completas, que incluem por vezes sopa, um prato principal e a sobremesa (doce ou fruta). Entre as duas refei??es é comum fazer-se um lanche a meio da tarde (por volta das 17h), tomando uma bebida e um bolo.

    Em Portugal comer fora é um hábito comum. Almo?ar ou jantar, sobretudo ao fim de semana, é sempre pretexto para encontros de amigos ou para passeios pelo país.

    A variedade de restaurantes é grande e atende aos mais diversos gostos e paladares. Normalmente abertos para almo?o entre as 12h e as 15h e jantar entre as 19h e as 22h, muitos possuem horários de funcionamento mais alargado, sobretudo nas grandes cidades e zonas de maior anima??o noturna.

    à exce??o dos restaurantes localizados em centros comerciais que est?o abertos diariamente, os restantes têm normalmente um dia de descanso semanal, que no centro das cidades pode coincidir com o fim de semana.


    Saúde
    Saúde

    Se necessitar de assistência médica recorra ao Centro de Saúde local.
    Os Servi?os de Urgência dos Hospitais devem ser utilizados apenas em situa??es graves (traumatismos sérios, intoxica??es, queimaduras, enfartes, tromboses, problemas respiratórios, etc.).

    Em caso de acidente ou doen?a durante a sua visita a Portugal, os cidad?os dos 27 países da Uni?o Europeia, Islandia, Liechtenstein, Noruega ou Suí?a, têm acesso a cuidados de saúde gratuitos ou com custos moderados (os mesmos benefícios dos cidad?os portugueses), desde que apresentem o Cart?o Europeu de Seguro de Doen?a (emitido no país de origem) e o seu passaporte ou documento de identifica??o.

    Cart?o de Emergência
    Em caso de emergência, há um cart?o que poderá falar por si dando às equipas de socorro informa??es úteis que incluem dados de identifica??o, contactos, seguradora, doen?as, alergias e medica??o.
    Este documento, que se destina a qualquer pessoa que se encontre em Portugal, pode ser obtido gratuitamente por download nos sites oficiais das entidades promotoras, onde o utilizador deverá preencher os campos em branco, imprimir o cart?o, recortá-lo à medida e guardá-lo na carteira para que seja facilmente encontrado em caso de emergência.
    https://www.inem.pt/wp-content/uploads/2018/11/Emergency-ID-Card-2018-v2.pdf


    Servi?os
    Servi?os

    Bancos
    Os Bancos est?o abertos ao público entre as 8h30 e as 15h, nos cinco dias úteis da semana. 
    Existe uma rede nacional de ATMs , identificada por MB (Multibanco), que permite o levantamento de numerário, 24 horas por dia.

    Correios
    Na generalidade, as Esta??es de Correio encontram-se abertas de 2a a 6a feira, das 9h às 18h. As esta??es centrais e dos aeroportos têm horários mais alargados, podendo estar abertas aos sábados e em alguns casos também aos domingos. 
    Os selos vendem-se nas Esta??es de Correio e nas máquinas existentes nas ruas. 
    Muitas Esta??es de Correio disponibilizam o servi?o Netpost que mediante pagamento, permite o acesso ao E-mail pessoal e à internet.. 
    Poderá obter informa??es mais pormenorizadas sobre horários e servi?os disponíveis em cada Esta??o em www.ctt.pt 

    Farmácias
    Na generalidade, as Farmácias est?o abertas ao público nos dias úteis entre as 9h e as 19h (algumas encerram para almo?o entre as 13h e as 15h), e aos sábados das 9h às 13h, encontrando-se assinaladas por uma cruz verde iluminada, quando de servi?o durante a noite.
    Todas têm afixada na porta informa??o acerca das Farmácias que se encontram abertas à noite e est?o mais próximas.

    Lojas
    Tradicionalmente as Lojas funcionam de 2a a 6a feira, abrindo as suas portas entre as 9h e as 10h, e encerram às 19h. Algumas fazem uma pausa à hora de almo?o, das 13h ás 15h. Aos sábados, de janeiro a novembro, o comércio encerra na generalidade às 13h, embora algumas lojas situadas no centro das cidades se mantenham abertas durante a tarde. 
    No mês de dezembro, para facilitar as compras de Natal, o comércio funciona ao sábado à tarde, e em alguns casos também ao domingo. 
    Os numerosos Centros Comerciais, que existem dentro e fora das cidades, possuem um horário de funcionamento mais alargado - habitualmente das 10h às 24h, todos os dias da semana. Aqui, encontram-se lojas das principais marcas internacionais, mas o comércio mais tradicional, com produtos portugueses, está espalhado pelas ruas das localidades, sobretudo nos bairros antigos.


    Transportes
    Transportes

    Transportes aéreos
    A situa??o geográfica privilegiada de Portugal faz com que seja ponto de escala de muitas companhias aéreas estrangeiras nos Aeroportos espalhados por todo o território nacional e localizados em:
    Lisboa - Aeroporto da Portela - Tel: 218 413 500
    Porto - Aeroporto Dr. Francisco Sá Carneiro - Tel: 229 432 400
    Faro - Aeroporto de Faro - Tel. 289 800 800
    Madeira - Funchal - Aeroporto do Funchal - Tel: 291 520 700
    A?ores - Ponta Delgada - Aeroporto Jo?o Paulo II - Tel: 296 205 406

    A ANA - Aeroportos de Portugal, SA regula o funcionamento dos aeroportos em Portugal, e disponibiliza informa??es sobre partidas e chegadas em www.ana.pt

    As diversas companhias aéreas portuguesas efetuam liga??es regulares de ambito nacional e internacional.
    TAP - Air Portugal (www.tap.pt) - a companhia de "bandeira" voa regularmente para mais de 50 destinos internacionais e assegura voos domésticos entre Lisboa, Porto, Faro e as Regi?es Autónomas da Madeira e dos A?ores, assim como entre as Ilhas da Madeira e do Porto Santo.
    SATA (www.sata.pt) - voos regulares entre todas as ilhas dos A?ores, e dos A?ores para a Madeira e Portugal continental. A SATA efetua ainda voos regulares para alguns aeroportos internacionais.
    Aerovip (www.aerovip.pt) - Transporte aéreo regular entre Funchal e Porto Santo (Madeira). Transporte Aéreo regular entre Bragan?a, Vila Real, Viseu , Cascais e Portim?o (Portugal continental).


    Transportes ferroviários
    A CP - Comboios de Portugal (www.cp.pt), disponibiliza uma vasta rede de comboios que cobre todo o território continental português, assegurando também liga??es internacionais para Vigo, Madrid e Paris.
    Existem várias op??es, para corresponder as necessidades de cada um:
    - os comboios de topo de gama "Alfa Pendular", s?o a liga??o mais rápida e mais confortável entre Lisboa e o Algarve, e para o Norte do país, com o Porto ou Braga parando em Coimbra.
    - o servi?o "Intercidades" oferece liga??es nos eixos Lisboa-Porto-Guimar?es, Lisboa-Guarda, Lisboa-Covilh?, Lisboa-évora-Beja e Lisboa-Faro.
    - o Sud-Express e o comboio-hotel Lusitania asseguram a liga??o internacional com partida de Lisboa.
    - uma vasta rede de comboios regionais, inter-regionais e suburbanos que asseguram uma vasta cobertura de todo o território nacional.
    Para além das tarifas regulares nas viagens de comboio, a CP oferece descontos em desloca??es diárias ou de lazer, como o Bilhete Turístico, que permite viajar de forma ilimitada nos comboios urbanos de Lisboa (Linhas de Sintra/Azambuja, Cascais e Sado), do Porto (Linhas de Aveiro, Braga, Guimar?es e Marco de Canaveses) e nos comboios regionais da Linha do Algarve ou o Bilhete Praia, para viagens a partir de Lisboa, Porto e Coimbra até às praias mais próximas.

    Transportes rodoviários
    Autocarros
    Servi?os regulares de autocarros ligam todas as cidades, vilas e principais localidades de Portugal.
    Para informa??es detalhadas sobre percursos, horários e pre?os n?o deixe de consultar a Rede Nacional de Expressos em www.rede-expressos.pt

    Táxis
    Os táxis s?o normalmente de cor beige-marfim, e embora continuem a circular alguns veículos pretos com os tejadilhos verdes, as cores tradicionais dos táxis em Portugal.
    O pre?o é indicado no taxímetro, e as tarifas est?o afixadas no interior do automóvel ou podem ser solicitadas ao motorista.
    A chamada de um táxi através do telefone implica o pagamento de uma taxa de 0,80 Euros, e o transporte de bagagem no porta bagagens, implica um montante adicional de 1,60 Euros, independentemente do número de volumes e do peso. O transporte de ber?os, carrinhos de bébé e cadeiras de rodas, ou meios auxiliares de locomo??o é gratuito.
    Fora das localidades o transporte em táxi é pago ao quilómetro, sendo o valor previamente comunicado ao passageiro. As portagens de ida e retorno, caso existam, s?o pagas pelo cliente.
    A gorjeta é voluntária, sendo usual um valor de cerca de 5 a 10% ou o arredondamento do valor a pagar.

    Metro

    Importante complemento dos transportes públicos tradicionais, o Metro circula nas cidades de Lisboa e do Porto entre as 06h00 e a 01h00.
    Mais antigo, o Metro de Lisboa (www.metrolisboa.pt) cobre uma vasta área da cidade, possuindo uma rede que tem vindo a ser ampliada nos últimos anos. Tanto as primeiras Esta??es como as mais recentes, foram decoradas por painéis de azulejos de artistas plásticos portugueses conceituados, tornando-as verdadeiros museus subterraneos.
    No Porto, o Metro (www.metro-porto.pt) é recente e existem seis linhas - azul, vermelha, verde, amarela, violeta e laranja -, em que grande parte do percurso é feito à superfície.


    Viajar com Animais
    Viajar com Animais

    Entrada em Portugal de c?es e gatos provenientes de Estados-membros da Uni?o Europeia
    é necessário apresentar um passaporte emitido por um veterinário habilitado pela autoridade competente que:
    - deve conter a indica??o do nome e endere?o do proprietário;
    - ateste que o animal se encontra identificado através de um microchip (o dispositivo aplicado deverá estar de acordo com a norma ISO 11784 ou anexo A da norma ISO 11785, caso contrário, o dono terá de dispor de meios para a sua leitura), ou de uma tatuagem claramente legível (permitida apenas durante um período transitório – até 03/07/2011);
    - comprove uma vacina??o/revacina??o antirrábica válida, efetuada quando o animal tinha pelo menos 3 meses de idade, segundo as recomenda??es do laboratório de fabrico, com uma vacina inativada de, pelo menos, uma unidade antigénica por dose (norma OMS).

    Entrada em Portugal de c?es e gatos provenientes de países fora da Uni?o Europeia
    é necessário apresentar um Certificado Sanitário emitido/validado pela Autoridade Veterinária Oficial do país de proveniência (acompanhado dos comprovativos das vacina??es, e se for o caso da titula??o de anticorpos). O certificado deve comprovar:

    - a identifica??o através de um microchip (o dispositivo aplicado deverá estar de acordo com a norma ISO 11784 ou anexo A da norma ISO 11785, caso contrário, o dono terá de dispor de meios para a sua leitura), ou de uma tatuagem claramente legível (permitida apenas durante um período transitório – até 03/07/2011);
    - uma vacina??o/revacina??o antirrábica válida, efetuada quando o animal tinha pelo menos 3 meses de idade, segundo as recomenda??es do laboratório de fabrico, com uma vacina inativada de, pelo menos, uma unidade antigénica por dose (norma OMS).
    Em rela??o a alguns países é ainda necessário que o certificado comprove uma titula??o de anticorpos neutralizantes, pelo menos igual a 0,5 UI/ml. Esta imposi??o n?o se aplica a diversos países como Andorra, Canadá, EUA, Federa??o Russa, Jap?o, Noruega e Suí?a, entre outros, pelo que se sugere a pesquisa de mais informa??o sobre este assunto junto da Direc??o Geral de Veterinária www.dgv.min-agricultura.pt ou em //ec.europa.eu/ 

    Circula??o de animais de companhia
    Os Portugueses gostam de animais e é comum terem c?es ou gatos nas suas casas. No entanto, a entrada de animais n?o é permitida em restaurantes, lojas, supermercados e algumas praias.

    Nos transportes públicos é permitida a entrada de animais desde que estejam em bom estado de saúde e higiene e sejam transportados em contentores limpos e em bom estado de conserva??o, ou de c?es-guia que acompanhem invisuais. O transporte dos animais pode ser recusado pela empresa transportadora em períodos de maior afluência e é expressamente proibido o transporte de animais perigosos ou potencialmente perigosos.


    Pesquisa avan?ada
    Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
    Esqueceu a sua password?
    Fa?a login através de redes sociais
    *Aguarde por favor. *As instru??es de recupera??o de password ser?o enviadas para o seu e-mail. *E-mail n?o enviado. Tente novamente.
    Fa?a login através de redes sociais

    Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navega??o e n?o guarda dados identificativos dos utilizadores.
    Poderá desativar esta fun??o na configura??o do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utiliza??o e Tratamento de Dados Pessoais

    close
  • 探索记忆之谜 科学家成功向海兔移植记忆 2019-09-16
  • 应该透过现象看本质,看到产生腐败的根源,产生腐败的根源在于社会财富被个人占为私有的私有制,只要存在私有制,就有私有特权,掌握公权力的人一旦把公权力当作... 2019-09-16
  • 湖南高校:将十九大精神融入基础课教学建设 2019-09-14
  • 你夏天要涂的33款美甲图在这! 2019-09-14
  • 中国电视剧“抱团出海” 又有哪些新作品走出国门 2019-09-14
  • 股市跌得再狠,照样削尖脑袋想去圈钱 2019-09-02
  • 万科的养老业务探索——养老不是地产,本质核心是服务 2019-08-27
  • 我想跑得更久更远(我运动我快乐) 2019-08-27
  • 杭州拱墅区:打造“4+X”巡逻防控体系 2019-08-20
  • 工信部:鼓励婴幼儿配方乳企质量安全追溯体系建设 2019-08-17
  • 这个周末恒大金碧天下邀您一起看童年的马戏节 2019-08-13
  • 短评:不忘初心 方能牢记使命 2019-08-13
  • 2018年度海军招飞定选录取6月14日全面启动 2019-08-08
  • 小龙虾走俏催生新职业“品虾师” 2019-08-08
  • 尊重和保障宗教信仰自由的中国实践 2019-08-03
  • 洛阳福利彩票中心电话 吉林快三免费预测群 百家乐庄闲路 浙江11选5高手 大乐透090期开奖号码 田野大乐透 香港赛马会资料更新 新疆11选5任5遗漏查询 平特一肖最高几期没开 广东时时彩20选8 湖南快乐十分走势图表 分分快三下载链接 广东省11选5走 麻将四挂四三长四短 2019篮球场标准尺寸图